Desde Daniel Craig se tornou o novo James Bond, existe um acordo entre a MGM e Sony Pictures para co-produzir e distribuir filmes do popular agente secreto britânico. Mas parece que esse contrato acaba com “007 contra Spectre” o filme de Sam Mendes será o último da companhia.

[intense_blockquote]Embora pareça que a Sony vai lutar, tanto quanto possível para manter os direitos sobre o personagem, devido ao sucesso do última filme, existe uma batalha brutal sobre a propriedade de distribuição da série. O presidente da empresa, Tom Rothman disse à Variety: “Tivemos alguns resultados fantásticos com os filmes de Bond, vamos competir pelos direitos, mas vamos ser honestos, todo mundo está vindo negociar.”.[/intense_blockquote]

De acordo com fontes pontuais Variety, Gary Barber (presidente da MGM) desenvolveu uma estreita relação com Kevin Tsujihara, presidente da Warner Bros. As duas empresas têm trazido para a adaptação cinematográfica de O Senhor dos Anéis, e agora trabalham em Creed (spin-off da saga Rocky, estrelado por Sylvester Stallone).

Seria um grande golpe para a Sony, uma vez que o estúdio teve um sucesso incrível com a saga. Casino Royale foi um grande sucesso quando foi lançado em 2006, levantando cerca de 600 milhões no mundo inteiro. Em 2012 eles conseguiram mais um marco com Skyfall, que conseguiu tornar-se a entrega da franquia de maior sucesso na história com um bilhão de dólares em bilheteria mundial, e hoje se classifica como o lançamento mais bem sucedido de todos os tempos.

Você provavelmente não ter mais notícias sobre o futuro da saga James Bond, até 5 de Novembro que Spectre é lançado nos cinemas.