Quando a Marvel anunciou o calendário de estreias da fase 3 do estúdio, uma das maiores decepções para parte do público foi a ausência de um filme solo da Viúva Negra no planejamento da produtora. Até o próprio Robert Downey Jr. já fez campanha para que um longa-metragem com a espiã no papel principal seja produzido, mas até agora nada foi oficializado.

A atriz Scarlett Johansson, intérprete da heroína, concedeu uma entrevista ao site Colliderem que fala sobre a possibilidade do filme solo sair do papel. “Eu conversei com Kevin [Feige, presidente da Marvel Studios] sobre isso. Quero dizer, é claro que já tivemos essa conversa antes, e acho que Kevin também gostaria de ver um filme solo da Viúva Negra. Acho que posso falar por ele e confirmar isso. Mas é tudo, na verdade. Neste momento acho que a personagem está sendo bem utilizada no universo que criamos, mas acho que Kevin e eu temos uma visão semelhante de como seria uma franquia solo da Viúva”, disse a atriz.

Natasha Romanoff, nome verdadeiro da personagem, já fez aparições em três filmes da Marvel até então: Homem de Ferro 2 (2010), The Avengers: Os Vingadores (2012) e Capitão América 2: O Soldado Invernal (2014). Ela também irá aparecer em Vingadores: Era de Ultron, que estreia no próximo dia 23 de abril, e em Capitão América 3: Guerra Civil, que chega aos cinemas em 2016. “Coisas interessantes acontecem quando você tem uma personagem que já passou por direções tão diferentes e na minha opinião há certamente espaço para mais da Viúva Negra. Eu acho que poderemos vê-la em um filme solo”, afirmou Johansson, que parece esperançosa em estrelar sua própria franquia.

A atriz ainda disse que no planejamento inicial, a Viúva Negra não iria aparecer nos filmes do Capitão América, mas a popularidade dela acabou justificando essa participação: “Meu contrato com a Marvel mudou. Nós não sabíamos como os fãs reagiriam na primeira vez que vissem a personagem ou como ela seria. Claro, nós investimos nela, mas o público teve uma reação muito boa, o que foi incrível. Inicialmente, eu não tinha contrato para aparecer nos filmes do Capitão América, mas a história dela se densenvolveu tão bem que eu acabei me vendo naquele filme. Meu contrato está sempre mudando conforme aumenta a demanda pela personagem”.

 

Fonte: AdoroCinema