O diretor George Miller falou sobre o retorno de Mad Max na revista “The Daily Best” e intenções do falecido ator Heath Ledger estrela no filme, que lançou a carreira de Mel Gibson.

Foi em 2006, quando Miller lançou o Happy Feet animados, a data em que começou a conversar com a  estrela Ledger sobre a ideia de protagonizar o filme Mad Max.

“Sempre que Heath vinha a Sydney, conversávamos sobre Max”, o diretor disse à revista. “Ele tinha o mesmo que Mel e Tom Hardy tem, o carisma do sexo masculino, com uma energia que nunca dorme; e é o que você precisa fazer para o personagem. O mundo perdeu uma grande coisa quando ele saiu” disse ele.

A primeira série do filme Mad Max ficou conhecido no final dos anos 70 e início dos anos 80. Na revista, quando o diretor foi perguntado por que demorou tanto tempo para fazer um novo explicou que as circunstâncias era sempre buscar a melhor versão.

Não perca Mad Max: com Tom Hardy e Charlize Theron desde 15 de maio nos cinemas.