Lifetime prepara documentário sobre os percalços na vida dos atores durante a série de sucesso nos anos 80 e 90.

O canal Lifetime vai seguir com suas versões não autorizadas de séries adolescentes de sucesso nos anos 80 e 90. Após o telefilme sobre o elenco de Uma Galera do Barulho, a emissora mostrará o outro lado de Três é Demais – atração que voltou aos holofotes com o anúncio do reboot Fuller House, na Netflix.

Como na versão sobre Saved By The Bell, o roteirista Ron McGee vai focalizar a ascensão dos atores que foram sucesso em Full House, como John Stamos, Bob Saget, e as gêmeas Mary-Kate e Ashley Olsen, explorando a pressão que eles enfrentaram para equilibrar o tom idílico da série com uma realidade mais conturbada em suas vidas pessoais. Um dos principais atrativos será também mostrar como tal situação fortaleceu os laços de amizade entre os atores.

A versão não autorizada de Três é Demais ainda não tem previsão de estreia, enquanto Fuller House vai acompanhar a dura vida da agora mãe de família – e viúva! – D.J. Tanner (Candace Cameron-Bure) numa nova série em 13 episódios, prevista para 2016.

Via: AdoroCinema