Quando o ator Neil Patrick Harris foi anunciado como o apresentador da cerimônia do Oscar 2015, em outubro passado, a expectativa de seus fãs foi lá em cima. Conhecido por interpretar um dos personagens mais engraçados da série How I Met Your Mother, e com a apresentação de quatro Tonys e dois Emmys no currículo, o ator estava mais do que capacitado para fazer uma das cerimônias mais divertidas desta leva de premiações. Mas não foi bem isso o que aconteceu.

Harris começou o show com a apresentação de uma música homenageando a história do cinema e os indicados de 2015 ao Oscar. Logo em seguida, fez uma boa piada – uma das poucas da premiação. “Esta noite, receberemos os melhores e mais brancos, quero dizer, os mais inteligentes de Hollywood”, disse, alfinetando a Academia de Hollywood, que já havia sido criticada por não indicar nenhum negro aos prêmios de atuação.

Em seguida, Harris “presenteou” a plateia com uma saraivada de piadas ruins, tentativas realmente vergonhosas que arrancaram apenas risadas esparsas do público. Em dado momento, o próprio Harris parecia constrangido com o conteúdo de seus comentários, dando risadas nervosas ao fim de cada piada. “E aqui está a única atriz capaz de pronunciar corretamente a palavra ‘escargots'”, disse ele ao apresentar a atriz francesa Marion Cotillard.

A cerimônia de entrega do Oscar foi tão morna que o número divulgado nesta segunda-feira não surpreende: a audiência do programa nos Estados Unidos caiu 16% em relação ao ano passado, quando Ellen DeGeneres fez de tudo ao apresentar a premiação, de encomendar uma pizza a tirar o selfie mais comentado do ano.