Tem livros para chorar, para sorrir e para refletir. E nós separamos 3 livros que irão te fazer chorar litros. Então, pega um lencinho e vem chorar com esses livros.

  1. Dançando sobre cacos de vidro. (Ka Hancock)

Não precisa ser muito esperto para entender que com esse título lágrimas rolarão. Imagina uma história de amor impossível e multiplica por mil. Eis a história desse livro. O livro conta a história de amor entre Lucy Houston e Mickey Chandler, ambos possuem doenças genéticas. Lucy é vítima de câncer de mama e Mickey tem transtorno bipolar. Sentiu o drama? O livro foi lançado em 2013 pela Editora Arqueiro. Essa história emociona pela capacidade de superação dos personagens e pela forma de conduzir as adversidades. Além de lágrimas, o livro traz muita reflexão e aprendizado. Economiza a conta do analista e lê esse livro, pois essa história tem muito pano para manga para refletir sobre nossas atitudes, nossas falhas e nossa humanidade.

  1. A culpa é das estrelas. (John Green)

O autor é especialista em provocar fortes emoções nos leitores. Esse livro segue todo o clichê de sucesso dos livros do John Green: A mocinha da história é forte, guerreira e se apaixona perdidamente por um garoto que conheceu em um grupo de ajuda para doentes de câncer. Hazel e Gus têm câncer, são jovens e apaixonados. Os dois viajam para Amsterdã para realizar o maior sonho de Hazel que é conhecer o escritor de seu livro preferido “Uma Aflição Imperial”. O livro é “so cute” e trágico, mas duas caixas de lenços de papel resolvem.

  1. Aria (Nassim Assefi)

O choque é logo no início com esse livro, nas dez primeiras páginas você já vai ter chorado. Aria é a filha da médica Jasmine Talahi, especialista em câncer. Aria morre aos cinco anos em um acidente de carro e isso destroça Jasmine que nasceu no Irã e foi morar nos EUA. A família de Jasmine divorciou-se dela (frase da personagem) porque ela conheceu Justin e os dois moravam juntos e não casaram. Justin também morreu, mas vítima de aneurisma cerebral. Diante de toda a tragédia, Jasmine começa a viajar pelo mundo e a história é toda contada através de cartas. Esse livro é doloroso do começo ao fim. Jasmine viaja para a Guatemala, pois queria conhecer o país de Justin, depois para o Himalaia em busca de meditação, e por fim para o Irão para visitar seus pais. É um retrato de como a vida pode ser improvável, dolorosa e surpreendente. Você vai sentir muita tristeza, viver o luto de Jasmine como se fosse algo que tivesse acontecido com você.