Não É Um Conto de Fadas

Não É Um Conto de Fadas | E se tudo tivesse dado certo?

Muito mais íntimo do que seus vídeos no YouTube, Kim RosaCuca mostra aspectos particulares em ‘Não é um conto de fadas’, publicado pela Editora Hyria. Este livro da YouTuber, que já atingiu mais de 1 milhão de inscritos, transporta-nos para um universo que todos compartilhamos: o da ingenuidade na infância, das peripécias na adolescência, das alegrias, dos encontros e desencontros, amores, amigos, família…

Ano: 2016 / Páginas: 144 | Idioma: português | Editora: Hyria

 

Cheguei, cheguei, cheguei… Olá pipocas queridas do meu coração! Tudo bem com vocês? Carnaval com SEGURANÇA, hein!

Bom, hoje vou falar de um monte de coisa, dar um monte de conselhos e seguir a linha tiazona que pergunta dos namoradinhos. Tá, menos.

Seguinte, estamos felizes demais com a parceria com a Editora Hyria e já recebemos um livro maravilhoso ‘Não É Um Conto de Fadas’ e tenho certeza que vocês vão curtir também. (Vai ter sorteio dele!)

Pra quem já leu algumas das minhas resenhas sabe que sigo uma linha mais romântica e de aventuras. Receber esse livro foi um modo de sair da minha zona de conforto e mergulhar numa leitura bem diferente.

Vamos falar da Kim Rosacuca [canal dela]  YouTuber bacanaaaa demais que fala sobre make no canal dela. A primeira coisa que pensei quando conheci seu trabalho foi: Mano, a mina é mó moleca. Como pode fazer makes tão sensacionais?

Sim, fiz um pré julgamento baseado na personalidade de alguém. Quebrei a cara feião e ainda me senti envergonhada por horas.

Pra quem não conhece a Kim (me sentindo a BFF), ela é bem leve e descontraída.  Faz uns vídeos divertidos e ensina coisas fáceis e práticas. Maquiagem é um dom que eu não tenho,  mas não custa tentar, né?

Mas vamos falar sobre o livro. Não é um conto de fadas conta a história da Kim. Super leve e mega, ultra, power, lindo de bonito na diagramação, esse livro mostra que nem só de flores vive aquela pessoa que você admira.
Ela conta desde sua infância até sua fase adulta de maneira sincera e divertida. Kim passou por muita coisa e conta como aprendeu com cada erro que cometeu. Entre namorados estranhos e abusivos até empregos medíocres, ela viveu bastante coisa louca.

Vamos combinar: uma menina moleca, hiperativa e perdida quase sempre resulta em caos. E isso aconteceu. Mas o mais legal da história dela é como ela realmente buscou aprender e aceitar as coisas como são, sabendo corrigir e não criar uma guerra por tudo.

Kim mostra a realidade dura de não obedecer e aceitar que os pais são nossos melhores amigos. Na fase da adolescência tudo parece implicância e chatices. Parece que somos os reis da verdade e senhores do universo. Mas pare e respire. O tempo é sempre o melhor remédio pra tudo e colo de mãe não tem preço.

Outra coisa que amei demais nesse livro foi a interatividade. É um livro que você pode anotar coisas que te deixam feliz e seus sonhos. A ideia é sempre ter em mãos o que você pensava no momento em que estava lendo e poder sempre lembrar coisas que te deixam pra cima quando a vida quer te jogar pra baixo. Acontece, amores. Muito. Mas como eu disse, o tempo é um senhor remédio.

O livro é curtinho e bem rápido de ler. Foram duas horas imersas na vida de Kim e confesso que queria mais. Ela tem uma maneira tão gostosa de escrever que você nem repara até acabar.

Outro detalhe importante é a capa. Linda. Muito muito linda.

De resto, espero que vocês se deixem conhecer essa menina e seu trabalho. Vale a pena, juro. Se não é tua pegada, indique pros filhos jovens e amigos. Tem muito conselho bacana que pode mudar a vida de alguém.

Sobre eu bancando a tiazona, digo a todos: “Você diz que seus pais não entendem, mas você não entende seus pais”

Obrigada e até a próxima!