O livro “O orfanato da Srta. Peregrine para crianças peculiares” é o livro 1 da trilogia criada pelo escritor Ramsom Riggs. O livro 2 chama-se Cidade dos Etéreos e o Livro 3 está em pré venda chamado de Biblioteca das Almas. O livro 1 foi lançado pela Editora Leya e os outros dois livros que dão sequência à trilogia foram lançados pela Editora Intrínseca.

Já foi confirmado o lançamento de um livro chamado Tales of the Peculiar – Contos para crianças peculiares que deve ser lançado no segundo semestre de 2016.

Feitas essas considerações iniciais, vamos falar sobre o primeiro livro que tem esse título gigante.

O personagem central da trama é Jacob, um garoto de 16 anos, que cresceu ouvindo as histórias fantásticas de seu avô.

Abe (avô de Jacob) contava ao neto que era um refugiado da Polônia, durante a segunda guerra mundial e que fora enviado sozinho para uma ilha no País de Gales, para não morrer como mais um das muitas vítimas dos nazistas. No país de Gales, Abe foi morar em um orfanato, cuja diretora era a Srta. Peregrine.

Abe contava ao neto Jacob que no orfanato viviam crianças peculiares e por peculiares entenda estranhas. Jacob acreditava piamente em todas as histórias de seu avô até o dia em que foi alvo de chacota no colégio por seus amiguinhos que implicavam que ele acreditava em contos de fadas. Vale salientar que havia fotografias de algumas das tais crianças peculiares.

Jacob resolveu pôr fim aos contos e ficou decepcionado com seu avô, acreditando que ele poderia estar mentindo sobre essas histórias com seres estranhos e perturbadores.

Aos 15 anos, Jacob tem uma vida deprimente e vazia. Ele “trabalha” na rede de drogarias de sua família por livre e espontânea pressão da família.

Nesse período, o avô de Jacob está morando sozinho em um condomínio afastado e tem um surto que faz Jacob sair do trabalho para tentar acalmá-lo. Nesse episódio, o avô de Jacob sucumbe de forma trágica, misteriosa e completamente surreal.

Pilhado, aborrecido, triste com a morte do avô, Jacob passa um longo período amuado, tendo pesadelos aterrorizantes. Jacob é obrigado a ser acompanhado por um psiquiatra, inclusive sendo constantemente medicado por conta do grande trauma que sofrera.

O psiquiatra de Jacob o convence de que ele deveria procurar as pistas deixadas por Abe em seus últimos instantes de vida, inclusive deveria viajar e conhecer o lugar que sempre esteve tão presente em sua imaginação através das histórias de seu avô, ou seja, ele deveria encontrar o orfanato.

A vida de Jacob muda completamente a partir da viagem ao País de Gales e o que acontece por lá é completamente surpreendente e irreal.

O leitor que folheia as páginas do livro e se depara com as fotografias leva um grande susto e os mais medrosos desistem de ler aí. Ocorre que as fotografias são a parte mais interessante do livro e combinam tão bem com a escrita que é impossível dissociá-las do livro. O livro é bem trabalhado e muito bonito.

Insta ainda ressaltar que nenhuma criança tem medo de Harry Potter, Nárnia, o Senhor dos Anéis, embora apareçam seres medonhos e perigosos.

Ramsom conseguiu criar o seu próprio universo e os personagens mais incríveis e conseguiu o feito de impressionar o majestoso diretor Tim Burton que afirmou que a história poderia ter sido tranquilamente escrita pelo próprio. Tão entusiasmado com a história de Ramsom, Tim Burton é o diretor do filme que será lançado ainda esse ano nos cinemas mundiais. Não preciso dizer mais nada para convencê-los de que a história é incrível.

Ramsom escreve muito bem, o que torna muito fácil transportar o leitor imediatamente para o mundo criado por ele. Na verdade, eu ousaria dizer que o mais difícil é querer voltar para a realidade depois dessa viagem. Muito mais do que uma história, Ramsom criou um verdadeiro universo inesgotável de possibilidades que vai enlouquecer os leitores.

SINOPSE

Tudo está à espera para ser descoberto em “O orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares”, um romance que tenta misturar ficção e fotografia. A história começa com uma tragédia familiar que lança Jacob, um rapaz de 16 anos, em uma jornada até uma ilha remota na costa do País de Gales, onde descobre as ruínas do Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares. Enquanto Jacob explora os quartos e corredores abandonados, fica claro que as crianças do orfanato são muito mais do que simplesmente peculiares. Elas podem ter sido perigosas e confinadas na ilha deserta por um bom motivo. E, de algum modo – por mais impossível que possa parecer – ainda podem estar vivas.

Essa resenha continua com o livro 2 Cidade dos etéreos….