O livro “Para todos os garotos que amei”, foi lançado pela Editora Intrínseca em 2015 e tem uma sequencia que se chama “P.S ainda amo você”.

Para início de conversa vamos falar do título desse livro. Uau! Eu li o título e já escorreu uma lágrima, fiquei imaginando um monte de tragédia, morte, abandono, traição e ladeira abaixo. Calma lá, que não tem nada disso nesse livro.

O livro é sobre Lara Jean, uma doce jovem que perdeu sua mãe quando era muito nova. Ela vive com o pai e suas duas irmãs e elas são as irmãs Song – Margot, Lara Jean e Kitty.

Lara Jean escreveu cinco cartas para todos os garotos que ela amou. Não são propriamente cartas de amor, são cartas de despedida, cartas que foram escritas quando ela deixou de amá-los. A escrita das cartas é como se fosse um ritual de passagem, pois, ao transcrever seus sentimentos para o papel, Lara Jean deixa aqueles sentimentos para trás e pode seguir em frente, viver outra história.

As cartas são endereçadas, lacradas e guardadas na caixa de chapéu que Lara Jean ganhou de sua mãe.

As cartas e os sentimentos outrora vividos ficam guardados naquela caixa. Tudo muda e vira uma bagunça quando um certo alguém decide enviar todas as cartas. A partir desse momento a vida de Lara Jean toma um rumo bem diferente do que ela jamais fora capaz de imaginar.

Às vezes pode ser necessário que haja um atropelo, um descuido, um improviso, um impulso para mudar o rumo da vida e nos fazer desequilibrar, titubear, quase vacilar, pois com isso pode ser que você descubra novos sabores, um atalho ou algo totalmente inédito e surpreendente.

Ficar na zona de conforto ou simplesmente em cima do muro é seguro, mas nem sempre é o melhor para sua vida. Foi exatamente, quando Lara Jean teve que lidar com o inesperado que a vida dela engrenou.

Lara Jean sempre gostou de amores impossíveis, de amores platônicos por que sempre teve medo de viver e com o envio das cartas teve que se defrontar com a expectativa do amor verdadeiro.

A leitura é muito tranquila e flui com facilidade. É fácil torcer pelo final feliz de Lara Jean que não necessariamente quer dizer ficar com o príncipe encantado, quer dizer encontrar seu lugar no mundo.

P.S.: #paratodososgarotosqueamei#escrevacartas