Os filhos de Húrin, para você amante do universo Tolkien, é simplesmente um livro indispensável. Segundo Tunes Literary Supplement, é “O mais sombrios de todos os contos de Tolkien”. E com razão! Lançado em 2007, é o mais recente publicado pelo filho do autor, Christopher Tolkien, executor do legado literário de J.R.R.Tolkien, que fez um trabalho de compilação e edição das notas de seu pai.

Para quem já leu O Silmarillion, com certeza notou que existe um capitulo falando da história de Túrin. Porém foi escrito um livro que conta detalhadamente toda a história por trás de um personagem tão famoso criado por J. R. R. Tolkien.

Segue uma sinopse sobre o livro Os filhos de Húrin:

Antes da lendária era de o Senhor dos Anéis, um poderoso espírito dominado pelo Senhor do Escuro ameaça a vida dos Filhos de Húrin.

Morgoth, o primeiro Senhor do Escuro, habita na vasta fortaleza de Angband, ao norte; e à sombra do temor de Angband e da guerra travada por Morgoth contra os elfos, os destinos de Túrin e de sua irmã Niënor serão tragicamente entrelaçados.

A vida breve e apaixonada dos dois irmãos é dominada pelo ódio visceral que Morgoth tinha deles, os filhos de Húrin, o homem que ousara desafiá-lo frente a frente. Contra eles, Morgoth envia seu mais temível servo, Glaurung, um poderoso espírito na forma de um enorme dragão de fogo sem asas, numa tentativa de cumprir sua maldição e destruir os filhos de Húrin.

Então o que há de tão sombrio nesse livro? Simplesmente temos como heroi um guerreiro culpado de incesto, traição e assassinato. Dai você pode deixar sua imaginação fluir e saborear um dos maiores livros de Tolkien.