Autor: Breno Taveira

Resenha de Capitão Feio: Identidade

Voltei a ler Turma da Mônica por conta da série de Graphic Novels MSP – Maurício de Souza Por, lançadas pela Editora Panini e editadas pelo grande “Sidão” (Sidney Gusman). Cada número aborda um personagem do universo “mauriciano” pela ótica de uma equipe criativa diferente. E posso dizer: não tem me decepcionado em nenhum número! Já acompanhei grandes aventuras do Astronauta, me emocionei com o Bidú, viajei com O Louco e até fiquei com os “zóio marejado” junto com o Chico Bento. Pois bem, o mais recente volume da série aborda um clássico vilão da turminha: O Capitão Feio....

Read More

Resenha do livro: 9 e 1/2 semanas de amor, editora Universo dos Livros

A gente vai amadurecendo. Coisas que nos passavam despercebidas começam a saltar aos olhos e revelam outros sentidos. (Muito!) tempo atrás, assisti “9 e ½ semanas de amor”. Na época, eu era um jovem bobo e facilmente impressionável. “Nossa! Que filme hot!” Kim Basinger belíssima e fazendo par com um jovem Mickey Rourke (antes da cirurgia), e que música: “Slave to love”, do Bryan Ferry! Daí a gente vai amadurecendo, aprendendo, mudando (de preferência para melhor – please!), e percebi que “9 e ½ semanas de amor” NÃO é uma história de amor – e que diante do livro, o...

Read More

Resenha do livro: Solidão Continental, de João Gilberto Noll

Alceu Valença já cantava: “A solidão é fera, a solidão devora. É amiga das horas prima irmã do tempo, E faz nossos relógios caminharem lentos, Causando um descompasso no meu coração.” Lançado em 2012 pela Editora Record, Solidão Continental de João Gilberto Noll nos apresenta um protagonista, cujo nome não nos é revelado e que nada em um mar de solidões – ele mesmo, um ser solitário: “Eu era um homem dado à perene solidão. Mas disso eu não queria me queixar, não. Apenas tinha pudor de retratar esse estado a conhecidos e desconhecidos. Tinha medo de que alguém...

Read More

Tocaia Grande: A face obscura. De Jorge Amado

Lançado em 1984 “Tocaia Grande: A face obscura” foi o antepenúltimo romance de Jorge Amado e chegou a tornar-se novela, exibida pela extinta Tv Manchete, em 1995. Consegui uma edição da Editora Record – de 1986 – bem “sofrida” em um sebo aqui da região. O livro narra desde o nascimento do povoado de Tocaia Grande até o seu final. Ao longo da obra vamos conhecendo, e nos apegando, aos seus personagens, suas relações, suas lutas, conflitos e dilemas. Vários elementos recorrentes do universo de Jorge Amado se fazem presente: jagunços, prostitutas e outros seres marginalizados, coronéis cujas palavras...

Read More