Autor: Cainã Monteiro

Especial Tim Burton: A Lenda do Cavaleiro Sem Cabeça

Alguns diretores cinematográficos se tornam personalidades icônicas pelos seus filmes autorais. São autorais porque, neles, o diretor consegue imprimir características facilmente reconhecidas pelo público: atores, cores da paleta, estética, elementos repetidos, ritmo de narrativa, etc. Tim Burton é um desses diretores. É possível começar a ver um filme sem saber nenhuma informação prévia sobre ele e reconhecer que é de Tim. Atores? Johnny Depp e Helena Bonham Carter, principalmente. Cores da Paleta? Contraste entre preto e branco, com predominância de elementos escuros. Estética? Próxima do gótico. Elementos repetidos? Árvores retorcidas, elementos fantasmagóricos e místicos, trilha sonora fantasiosa (geralmente composta...

Read More

Sobre Desafios e Baleias: um outro olhar

1- Você já ouviu o canto da baleia azul? É excelente para relaxar e meditar. Você pode conciliar inclusive com um exercício de respiração. Inspire e expire apenas pelo nariz. Procure contar o tempo de inspiração e expiração. Mantenha o tempo de inspiração sempre menor que o de expiração. Por exemplo: Se você encheu plenamente os pulmões de ar em quatro segundos, procure expirar em seis. Você encontra o canto da baleia azul disponível para download facilmente, além de estar disponível também no YouTube. 2- Você sabia que um dos grandes clássicos da literatura é inspirado na história de...

Read More

Resenha de Livro Criatividade S.A. | Melhores Momentos de Toy Story 1, 2 e 3

Veja a Resenha de Livro Criatividade S.A. e relembre os melhores momentos dos filmes de Toy Story Criatividade S.A. foi considerado o melhor livro sobre negócios do ano pela revista Forbes. E não é à toa. Ed Catmull, sócio fundador da Pixar, revela com bastante honestidade, todas as dificuldades e desafios que ele e diversos animadores enfrentaram desde o início da animação em computador, onde nenhuma empresa tinha interesse de investir, até o momento da Pixar se tornar reconhecida mundialmente. O que torna o livro tão interessante é que o autor não tem medo de reconhecer os erros da...

Read More

Crítica de Filme: Aquarius, de Kleber Mendonça Filho

Aquarius é o segundo longa-metragem do diretor Kleber Mendonça filho, que ganhou reconhecimento pelo seu trabalho no aclamado e premiado O Som ao Redor. Desta vez, além de trazer as questões sociais presentes no seu primeiro trabalho, ele faz uma investigação sobre a memória e sobre o poder das presenças físicas – em lugar das virtuais, seja de lugares ou objetos, que atuam sobre a construção da memória. O filme é dividido em três partes: Na primeira parte do filme, acompanhamos Clara (Sônia Braga), ainda muito jovem, no aniversário de sua Tia Lúcia, no início dos anos 80, em...

Read More

Vi na Netflix: La Once, de Maite Alberdi

Passeando pelo Netflix, como de costume, me deparei com um filme chamado La Once, de 2014. O filme aparece com esse título, mas pesquisando mais sobre ele, descobri que chegou ao Brasil com o título A Hora do Chá. A foto do filme, bastante atraente, exibia uma mesa elegantemente posta, com diversos comes e bebes dignos do filme Maria Antonieta. Na mesa, algumas senhoras de idade muito descontraídas e fofas. A sinopse dizia: “A documentarista Maite Alberdi registra o encontro de sua avó com amigas para tomar chá e conversar, um ritual mensal que elas honram há 60 anos”....

Read More
  • 1
  • 2