O episódio de The Flash dessa semana nos permitiu ver um crescimento enorme de Barry como pessoa e herói. Tivemos uma carga emocional intensa durante todo o episódio (se bem que toda vez que vemos Nora Allen, já é uma premissa de muitas emoções né).

Zoom passou a maior parte do episódio ausente, ocupado buscando todos os vilões meta-humanos da Terra 2, para o auxiliarem em seu plano maligno de dominar a Terra 1. O próximo episódio promete muito terror para os habitantes de Central City, com tantos vilões a solta. EXIJO QUE CHAMEM O ARROW E TODOS O GRUPO DE HERÓIS DE LEGENDS OF TOMORROW, OBRIGADA (Supergirl também poderia vir, já que agora está na CW né?).

Além de Barry, outra pessoa que mostrou grande evolução nesse episódio foi o Cisco. Sem ele, teria sido muito difícil ou impossível trazer Barry de volta, e estou amando ver ele desenvolvendo seus poderes, mesmo que ainda não estejam tão desenvolvidos quanto os de seu sósia da Terra 2. Assim como Ressonância, nosso Vibro tem um grande potencial.

Ultimamente, tenho visto que Iris parece ter quase uma necessidade de aparecer mais, se arriscar mais. Qual era o problema em deixar Henry ir “buscar” o Barry? Quando ela falou “Barry, volte pra casa e pra mim”, confesso que não gostei do tom WestAllen que a cena tomou. Por mais que a Força de Aceleração tenha tido a forma de Iris por um momento, foi como Nora Allen que ela conseguiu tocar Barry. Foi como Nora que ela levou nosso herói a reflexão, e a ver o que estava faltando para ele. Resumindo: Iris, ele não voltou (apenas) por você

Quanto a Wally e Jesse, já estou ansiosa pra ver quando os dois começarão a demonstrar suas novas habilidades. No final do episódio, vimos Barry passando alguma coisa pra Jesse, que a acordou do coma. O que será? E vocês, gostaram do episódio? Deixem seus comentários!

 

Veja a promo do próximo episódio: