Poxa, nem dá pra acreditar que mais uma temporada já acabou! Passou voando! O que será que é mais difícil?
a) Fazer a Luna aceitar a Flâmula
b) Jasper deixar de ser chato
c) Segurar a barra que é ser fã de The 100

Decidi fazer uma só review para as duas partes da season finale, pra poder falar com vocês de um modo mais geral sobre a conclusão da temporada. Eu particularmente achei a temporada incrível e surpreendente a cada momento, como sempre foi. A série perdeu completamente aquele jeitinho de drama teen como era taxada, e impressionou até mesmo o escritor Stephen King, que usou seu Twitter várias vezes para elogiar a série.

Sobre as mortes da finale: Não gostei nada de terem matado o Roan, poxa. Acredito que ele poderia ter sido bem melhor explorado, e talvez até um parceiro importante dos Skaikru. Quanto à Ontari, também fiquei decepcionada. Ela se apresentou como uma personagem forte e mau, determinada a fazer qualquer coisa para alcançar seus objetivos, mas se resumiu a só mais um fantoche nas mãos da ALLIE (e posteriormente nas mãos do Murphy também hahaha).

Clarke, como sempre, se arriscou para salvar o seu povo mais uma vez. Mas dessa vez, acredito que tenha tido um sentido muito mais amplo, uma vez que ela já não é mais a mesma, e ficou um bom tempo da temporada entre os Grounders. Por mais que ela seja Skaikru, ela se identifica também como Terra Firme, assim como Octavia. E que pulso firme essa menina teve que ter! Ela mostrou mais uma vez que não é somente a princesinha da Arca (saudades Finn), e sim uma mulher madura, que aprendeu a lidar com as consequências de seus atos e seguir suas convicções. Por mais que Marcus e Abbie tenham exercido um papel mais diplomático como líderes de Arkadia, a gente sabe muito bem que Clarke e Bellamy representam esse povo melhor do que ninguém.

Infelizmente, não tivemos Luna, mas fomos presenteados com alguém MUITO melhor: Lexa!!!! Me emocionei sim, com essa presença tão especial pra nós e pra Clarke, que mostrou como o sentimento das duas era lindo e foi um impulso enorme para que Clarke conseguisse cumprir seu objetivo. Falando em ajudar a nossa loira, é impossível não falar da Raven. Ao lado do Murphy, essa mulher merece um lugar no pódio de melhor personagem da temporada, sem dúvida alguma! Por outro lado, Jasper foi decepcionante. Ele foi completamente egoísta ao tomar o chip e se voltar contra seus amigos, simplesmente para se sentir bem. Sim ele sofreu e perdeu pessoas que amava, mas quem ali não passou por isso também? Quando achei que ele reconquistaria minha confiança, vem essa decepção. Amigo, melhore!

Eu nem acreditei quando vi que a Octavia tinha finalmente matado o Pike. Poxa, como esperei por esse momento. Por mais que ele tenha ajudado no final, isso não faz dele inocente, e nem apaga todas as mortes de Terras Firmes das quais ele foi responsável. Acredito que teremos uma Octavia diferente na próxima temporada, mais independente e sombria, agora que ela já não tem mais o seu ponto de apoio, que era Lincoln.

Por fim, devemos levar em consideração a alerta da ALLIE. A ameaça a qual a Terra está exposta parece ser bem mais grave do que a Guerra Nuclear, e o pior, não parece que pode ser contida combatendo o inimigo X ou Y, como o que os nossos herois enfrentaram anteriormente. The 100 deve voltar na mid season de 2017, no começo do ano. Enquanto isso, o que fazer da vida? O que acharam da conclusão da temporada? Deixem seus comentários!