A série Justiça estreou no dia 22 de agosto de 2016 na Rede Globo e, merecidamente, já conquistou o público.
A obra é escrita por Manuela Dias com direção artística de José Luiz Villamarim e vai ao ar de segunda à sexta, exceto nas quartas feiras na faixa das 23h. A minissérie terá 20 capítulos.

O tema justiça é complexo e dá pano para manga para muita discussão, pois muitas vezes o que parece justo para um indivíduo, pode não sê-lo para outrem. O objetivo da história não é abordar leis, o tema justiça será abordado sob a ótica da moral e da ética.

A série vai contar quatro histórias centrais em que os personagens têm histórias cruzadas.

No primeiro episódio, é contada a história de Vicente que assassina sua noiva Isabela, interpretada por Marina Rui Barbosa, após flagrá-la o traindo.

A trama ainda conta a história de Fatima que é presa por tráfico de drogas, após seu vizinho “plantar” drogas para incriminá-la como retaliação, pois Fatima matara o seu cachorro.

Rose é a filha da empregada da casa de Débora e são melhores amigas. As duas compram drogas em um lual e em uma batida policial a única que é presa é Rose que é uma menina pobre e negra.

A outra história é a de Maurício (deuso Cauã Reymond) que é casado com a bailarina Beatriz (Marjorie Estiano) que é atropelada por Antenor. Após o acidente ela fica tetraplégica e implora que o marido faça eutanásia. Ele é preso após matar sua amada.


Eis abaixo cinco razões para ficar grudada na TV e não perder essa série.

  1. Por que é nacional – Tanto o cinema quanto a televisão brasileira, estão nos mostrando a sua qualidade. A Globo tem investido e entregado ótimas séries, tais como Rebu e Verdades Secretas.
  2. Por que a fotografia da série é linda – a fotografia é espetacular, contribuindo para que a história encha os olhos do espectador.
  3. Por que os atores estão dando um show de interpretação – Uau para atuação de Adriana Esteves, Deborah Bloch e o resto do elenco. É muito talento.
  4. Por que o roteiro é ótimo – é muito original explorar em cada episódio a história de um personagem. Em um episódio um personagem pode ser o protagonista e no outro um coadjuvante.
  5. Por que a trilha sonora é sensacional –  a música Hallellujah encaixa bem nas quatro histórias e é muito comovente também. A trilha ainda conta com “Meu rio” da Maria Gadú”, “Pedaço de mim” do Chico Buarque e Zizi Possi, “Bitches Brew de Miles Davi, “Ultimo Romance” de Los Hermanos e muito mais.