O retorno de “Arquivo X” não para de ser comentado nas redes sociais, mas o que está sendo levantando, também, é a possibilidade de outras séries retornarem após cancelamentos ou finais que dividiram opiniões. Sabendo disso, separamos alguns títulos que ainda não saíram dos planos dos produtores, e podem aparecer em futuros anúncios quando menos se esperar.

Heroes

Série Heroes (Foto: Reprodução, Google)

Série Heroes (Foto: Reprodução, Google)

Cancelada em 2010, após diversas polêmicas, sobretudo no segundo ano, com a greve dos roteiristas, esta aclamada série de televisão teve quatro temporadas, e terminou de uma maneira não muito conveniente, deixando milhões de fãs decepcionados, afinal esperava-se uma continuação.

“Não afastamos a hipótese de alguns dos membros do elenco original aparecerem nesta minissérie”, disse Jennifer Salke, executiva da NBC, em comunicado sobre uma possível volta da atração.

Criada por Tim Kring, a atração estreou na NBC em 2006, e conquistou o público de imediato, tornando-se uma trama de sucesso ao redor do mundo.

Prison Break

Série Prison Break

Série Prison Break (Foto: Reprodução, Google)

Outra série que conquistou um grande público, mas acabou tendo um final prematuro que deixou os fãs amargurados. Na época da quarta temporada, a Fox anunciou que tudo acabaria ali, dando continuidade a outras prioridades.

24 Horas

Série 24 horas

Série 24 horas (Foto: Reprodução, Google)

O sucesso gigantesco desta trama é o motivo para uma possível volta, em formato de minissérie, ou até mesmo de um spin-off sem a presença do principal ator, Kiefer Sutherland.

Dexter

Série Dexter (Foto: Reprodução, Google)

Série Dexter (Foto: Reprodução, Google)

Aqui entra em discussão um seriado que, inicialmente, foi amplamente elogiado por público e crítica, e realmente mereceu tudo isso, afinal tratava-se de uma obra feita com muito cuidado e inteligência, e contava também com uma belíssima atuação de Michael C. Hall, que lhe rendeu alguns prêmios.

O problema começou quando os produtores começaram a mudar o foco da trama, justamente para gerar mais temporadas. Como resultado, o desfecho teve uma recepção catastrófica, fazendo com que toda a excelência das quatro primeiras temporadas entrassem em uma contradição enorme.

Recentemente, o presidente do Showtime defendeu o final do seriado, e garantiu que ainda não tirou dos planos a ideia de retornar com a produção. “Se Dexter voltasse, teria que ter um novo conceito e não ser uma continuação”, disse David Nevins.

“Temos que esperar para ver se os produtores vão querer fazer, se eu vou querer fazer. Mas eles nunca acreditaram que matar Dexter era o final ideal. Eu acredito que a série é o personagem. Se for decidido que vamos trazer Dexter de volta, teria que ser em um novo conceito e configuração. Eu gostaria que fosse diferente e que não fosse apenas uma continuação da série”, completou o presidente do canal.