Aviso novamente: este post contém SPOILERS sobre o episódio 3 desta temporada de Game of Thrones e também dos últimos livros das Crônicas de Gelo e Fogo.

Que o enredo da série Game of Thrones se distanciaria da história dos livros de George R. R. Martin nós já sabíamos. As Crônicas de Gelo e Fogo tem milhares de personagens e inúmeras histórias paralelas intricadas. Na televisão faria mais sentido cortar personagens e tramas desnecessárias. No entanto, o que vimos foi uma mudança num dos arcos principais, envolvendo uma das protagonistas: a herdeira dos Stark, Sansa.

No livro até agora ela não saiu do Vale de Arryn. No episódio de ontem (27) Mindinho escolta Sansa para casá-la com Ramsey Bolton, numa aliança para garantir a posse do Norte. Nos livros, existe este casamento, mas com Jeyne Poole fingindo ser Arya Stark.

Os produtores David Benioff, D.B. Weiss e Bryan Cogman comentaram a motivação para esta grande mudança:

“Sansa é uma personagem que nós gostamos quase mais do que qualquer outro, e desde o início as irmãs Stark tem sido as duas personagens que mais nos fascinaram”, disse David Benioff.

“Tivemos muita sorte na seleção porque é muito difícil escalar boas crianças. Mesmo se elas realizarem um ótimo teste, é muito difícil saber se elas poderão literalmente crescer com seus papéis. Com Sansa e Arya, em particular, suas histórias tornaram-se bastante escuras. Foi uma aposta e o fato de que elas se tornaram grandes atrizes é meio que um milagre”

“Nós realmente queríamos que Sansa tivesse grande relevância nesta temporada. Seria muito difícil que isto acontecesse se ficássemos absolutamente fieis aos livros. Havia uma subtrama que amávamos nos livros, mas que usava um personagem que não está no show.”

Os leitores das Crônicas de Gelo e Fogo sabem como tudo acabaria se a protagonista desta subtrama fosse Jeyne Poole. Agora, com Sansa em seu lugar, o futuro da história fica nebuloso, podendo haver reviravoltas planejadas pelos produtores. Ficamos na expectativa.

Via: ew.com