Texto de Opinião! Isso não é uma resenha sobre a série Shadowhunter, é minha opinião sobre a evolução da série da emissora Freeform e do serviço de streaming Netflix.

Juro que tive fé na série! Ela chega no primeiro ano com uma imagem muito amadora, diálogos sem sentido e personagens desalocados.

Quem assistiu ao filme Os Instrumentos Mortais – Cidade dos Ossos, percebe uma grande diferença entre o poder dos personagens. O que mais chama atenção foi o fracasso do filme e o baixo alcance da série, mas mesmo assim os fãs tiveram fé de que ela iria melhorar (e ainda bem que não foi cancelada como o filme, pelo baixo retorno).

Finalmente começa a 2ª temporada, e aí vem a surpresa!

A série melhorou e muito nos diálogos, deixou de ser o casal pra ser a mitologia, a historia por trás de tudo. Conseguiram introduzir a história dos lobisomens, dos vampiros e até mesmo dos seres angelicais que são os Shadowhunters, que por incrível que pareça foi pouco abordada na temporada introdutória. Em certos momentos, você vê que eles se perdem no roteiro, mas logo voltam para os trilhos.

Os efeitos especiais: ESTÃO 100% melhores do que os da 1ª temporada. Quem lembra das runas de caneta Bic? Era muito ruins. A 2ª temporada volta com runas que parecem tatuagens,  lentes de contato bem melhores, mas o público ainda tem medo que a série não fique no topo dos livros de Cassandra Clare Joshua Lewis.

Para entender melhor, a segunda temporada da série foi dividida em 2 partes. Então voltamos aos trilhos, a 1ª temporada com 13 episódios, a segunda chega com um acréscimo de 7, fechando em 20. Mais uma surpresa: em abril de 2017, foi confirmada a terceira temporada do seriado. Isso significa que, com a melhora que a série, pode-se garantir até o inicio da terceira temporada, a confirmação de uma quarta. Afinal de contas, temos 6 livros para serem explorados.

Gente, coloquem fé na série que o bonde anda. Ainda tem muita coisa pra melhorar, incluindo os biquinhos do Jace hahaha horrível quando ele faz isso. Ela só tem melhorado! A Freeform bem que poderia soltar a série toda e a Netflix compartilhar essa perfeição que está ficando.