Cities XXL coloca o planeta à disposição, não para desempenhar (bem) o papel de deus, mas para montar e gerenciar cidades inteiras, ligando-as entre si até à prosperidade, ou se tiverem desejos reprimidos de assistir à ruína da sociedade. Confesso que fiquei surpreso com a facilidade com que é possível montar uma cidade relativamente funcional, estava esperando de mais dores de cabeça, em muitos jogos deste gênero.

XXL é a entrada mais completa até à data, Mas é basicamente o Cities XL Platinum dentro de um motor de jogo refeito. Sim porque a Focus Home Interactive viu o maior problema da série e responsável pela contínua praga de bugs pela qual o jogo já era famoso. Notícias para os produtores, finalmente é possível gerenciar uma metrópole com framerates decentes, no entanto, o motor não era o único causador de bugs aparentemente.

O gameplay é muito semelhante ao que conhecerão dos restantes jogos da série, definimos as cidades, zonas habitacionais, de lazer, industriais, procurar garantir conforto para os trabalhadores de qualidade, que não se mudam para uma área se não tiverem uma garantia de qualidade de vida, depois mesmo uma empresa capaz e com bons profissionais pode ter problemas, se não existirem bons hotéis na cidade para acomodar os seus clientes, é um pesadelo.

Tal como o antecessor, felizmente Cities XXL tem a comunidade para se apoiar, mais concretamente os modders via Steamworks, que se dedicam a criar e compartilhar novas estruturas e funcionalidades estéticas. Os novos edifícios podem ser o bonito hotel da zona onde vivem, ou um monumento popular. Adicionam opções para os pedestres e os carros, mais densidade florestal, enfim, uma enormíssima quantidade de opções disponível através do “community mod”.

O que achamos ?

Se são do tipo de jogador que adora perder centenas de horaras a esculpir a maior “metrópole da rua”, Cities é a série para vocês. Infelizmente, este XXL precisa de mais umas atualizações para corrigir os seus problemas e corrigir o preço também, porque está longe de justificar o título de sequencia.