Hsieh, o último nome do falecido, foi encontrado “jogado” em cima da mesa por uma das funcionárias e chegou a ser transportado para o hospital, onde foi dado como morto devido a uma parada cardíaca.

Jogar durante dias seguidos não era incomum para Hsieh, apontou a funcionária. O homem estava sem emprego há vários meses e ficava neste tipo de cafés, onde jogava por longos períodos de tempo.

Era costume domir em cima de uma mesa após várias horas jogando, foi por isso que inicialmente os funcionários não perceberam que Hsieh estava morto.

Esta já é a segunda morte deste tipo na Tailândia desde o início do ano. Antes de Hsieh houve um homem de 38 anos que morreu a 1 de janeiro depois de uma maratona de cinco dias jogando.