O teu passado te condena. O filme foi lançado com uma bomba, a entrevista do ator Liam Neesson para o jornal inglês The Independent deu uma baixa na estreia, porém é um filme bacana, pequeno e sem muita força. Pra quem não sabe esse filme é um ‘reboot‘ o primeiro é intitulado: Cidadão do Ano, lançado em 2014, filme de origem norueguesa, esse ‘reboot‘ volta em 2019 com titulo de ‘Vingança a Sangue Frio‘ encabeçado pelo mesmo diretor, porém dessa vez em Hollywood.

No filme podemos ver que cada um sente a morte do filho de um modo, isso nos faz também pensar como cada um pode sentir o peso dos acontecimentos. Nels busca provar que o filho não era um drogado, porém não consegue manter as coisas ‘ok’ em casa. Ele entra numa busca desesperada pra descobrir quem matou e o real motivo da morte do seu único filho. Vingança a Sangue Frio, tem uma aura de comédia, acredito que pra aliviar a quantidade de tiros, mortes e sangue. Quando você ri em algumas cenas acaba aliviando as cenas anteriores. A trilha sonora é algo a parte, ela junto com as piadinhas é a responsável por aliviar muita coisa no filme.

Ainda não consigo entender como Liam Neeson aceitou participar desse reboot, não é o melhor filme da sua carreira, mas no final das contas gostei, me assustei e ri das coisas mais estranhas que poderiam ter. No fim das contas esse filme mostra que os pais fazem de tudo por seus filhos, descobrem a força que não tem e vão atrás pra mostrar que suas crias podem ser inocentes das acusações. Aquele filme que é ruim que chega a ser bom, acredito que classificaria assim, gostei de rir.

Sinopse: Nels, um homem de família tranquilo, trabalhador e motorista de snowplow (limpa-neves), é a alma de uma deslumbrante cidade turística nas Montanhas Rochosas, porque é ele quem mantém limpas as estradas. Ele e sua esposa moram em uma confortável cabana longe dos turistas, e a cidade acaba de lhe conceder o prêmio de “Cidadão do Ano”. Mas Nels tem que deixar sua tranquila vida nas montanhas quando seu filho é morto por um poderoso traficante. Como um homem que não tem nada a perder, ele se deixa levar por um impulso de vingança. Este herói improvável usa suas habilidades de caça e deixa de ser um homem comum para ser um assassino qualificado enquanto ele se esforça para desmantelar o cartel. As ações de Nels provocam uma guerra territorial entre um gangster conhecido como Viking e um chefe de uma gangue nativa americana. A justiça virá em um último confronto espetacular onde (quase) ninguém ficará ileso.

Vou deixar os dois trailer para mostrar como os dois filmes são tão parecidos, mudaram os atores e algumas (poucas) locações e posições. Na Noruega pode ter sido um sucesso e tanto, as vezes as coisas não funcionam em Hollywood.

Cidadão do Ano, 2014:

Vingança a Sangue Frio, 2019:

Share:

administrator

CEO & Fundadora do Pipoca Nerd® e Pipoca Nerd Leitura 🍿 Publicitária | Gerente de Marketing | Nerd | Jedi | AL🌵| ♊️

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *