E vamos falar daquele livro que você só para de ler quando acaba a última página. Parece meu destino e minhas noites de sono sofrem demais. Mas quem resiste, né? Engano Irresistível, da Vi Keeland, já chegou causando quando a capa deu bafafá nas redes sociais. Gritaria pra cá e confusão pra lá, tudo deu certo no final e tenho que dizer: que livro foi esse, meus queridos?

Esse livro tem aquelas coisas que a gente gosta: aquele homão da porra, Caine; Rachel, a mulher inteligente e independente ralando para se provar e a Ava, a melhor amiga divertida. Além do Charlie, que é um fofo maravilhoso, dono do bar que a Rachel trabalha.

Rachel é daquelas desastradas. Tipo eu e você, sabe? As coisas acontecem e dão errado numa velocidade que a gente não consegue acompanhar e quando a gente conta, ninguém acredita.

A mocinha acaba esbarrando com o nosso homão, Caine, no bar. Ela pensa que ele é o cara que magoou sua amiga e acaba dizendo poucas e boas pra ele, sem pensar duas vezes. Porque controle na língua essa mina não tem, juro!

Acontece que o rapaz é nada mais nada menos do que o novo chefe dela, a quem ela vai dar assistência em sua graduação. E para piorar, ele nem é o cara que sacaneou a Ava. Como sair dessa, Rachel?

Entre trancos e barrancos, os dois acabam achando uma maneira de conviver. Até que a atração entre eles fica tão forte que não dá pra segurar. Pudera, né? O cara é um gato e ela tá na seca. Ninguém aguenta.

Como em todos os romances eróticos, as performances são quentes com direito a jogar na parede e tudo o mais. Para os amantes do gênero, vai que é sucesso.

Entre idas e vindas, tentativas de conviver e descobertas do passado, os personagens sofrem. E como. Caine acaba descobrindo que já conhecia Rachel e não foi num momento bonito. O passado da moça é tão triste que você se pega sofrendo com ela. Caine também tem tanta culpa em si, mesmo não a merecendo, que você pensa em fazer um cafuné a cada página. E o fato dele ser lindo, ajuda. Haha

Enfim, adorei o livro. Só parei quando finalmente li a última página pois estava em cólicas para saber o final. Extremamente bem escrito, como tudo que já li dessa autora e com personagens maravilhosos. Um destaque especial a Umberto e sua esposa, que tem um papel fundamental nessa história de amor. Esse livro também fala sobre perdão, inclusive aquele perdão que precisamos dar a nós mesmos, sem afundar em culpa e perder grandes momentos na vida. Vamos viver e ser feliz, minha gente! E vamos ler, porque a leitura é o carinho que nossa alma precisa. Nos vemos em breve. Até!