Olá pipoqueiros, turubom com vocês?

Seguindo a leitura da série da Isabela Freitas, lançada pela parceira maravilhosa Editora Intrínseca, vamos falar hoje sobre o segundo livro da série, o Não se iluda, não.

Nesse livro a Isa está de férias, curtindo na Costa do Sauípe com os amigos (e parece que o universo foi pra lá também).

Clique para acessar todas as resenhas de Isabela Freitas

Como comentei na resenha anterior, a Isa começa a se questionar sobre o que tá fazendo de faculdade, como se cobra pelo que os outros esperam dela e isso vai gerar uma mudança de comportamento. Alguns poderiam chamar isso de maturidade. O blog dela também já começa a fazer sucesso pelo mundo e as histórias que ela conta lá, são hilárias.

O livro é sobre não se iludir, parar de criar expectativa com tudo, inventar histórias na cabeça e esperar das pessoas algo que nem sempre acontece. No fundo, quando alguém te decepciona por algo que você esperava, a culpa é sua por esperar, né?

Nesse livro também conhecemos um pouco mais do Pedro, que inclusive tem um irmão gêmeo que dá o que falar aqui. E gente, eu acho que estou apaixonada pelo Pedro. Que cara mais amor, nossa.

Nesse livro também a Isa finalmente vai se tocar que sente algo pelo Pedro, vai perceber que tá deixando um monte de oportunidade passar e vai começar a viver a vida sem tanto chororô. É mais um livro cheio de ensinamento, sendo que esse acho que foi meu preferido. Além dos ensinamentos sobre amor próprio, O Não se iluda, não é sobre realizar sonhos.

Quem nunca deixou um sonho de lado achando que era só sonho, né?

A Isabela novamente tem a maestria de trazer uma personagem crua e sensível, totalmente gente como a gente. Eu a imagino no espelho, revoltada com o cabelo que não fica do jeito que ela quer, pensativa sobre como parece nunca se apegar a ninguém como sempre sonhou, o relacionamento fiel com os amigos. É um livro para suspirar.

E a forma como a autora descreve as situações, é de chorar de rir. Porque se tem uma coisa que a Isa consegue é se meter em furada, viu?

Esse também é o livro com menos lições, como os outros. Ele tem as passagens de auto avaliação e ensinamentos, mas é muito mais intrínseco na personagem, correndo junto com o enredo.

Se você ainda não leu essa obra, leia. A Isabela Freitas tem uma escrita bem fluida e leve, o livro é curtinho e você se vê na personagem. Além disso, parece que você tá lendo um blog ou sentada conversando com ela. É bem gostosinho mesmo.

Gostaria de dizer que sou apaixonada nas bandas citadas e já quero uma playlist na minha mesa, para ontem. Se alguém conhecer uma pronta, me manda.

Não se iluda e viva seus sonhos. Nos falamos em breve.

 

Se liga na ordem das resenhas:

ORDEM DE LANÇAMENTO:

Não se apega, não | Não se iluda, não | Não se enrola, não | Não se humilha, não

ORDEM CRONOLÓGICA:

Não se humilha, não | Não se apega, não | Não se iluda, não | Não se enrola, não

Share:

author

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *