Olá pipoqueiros, turuboom?

Vamos falar de um bom livro para fechar 2020?

A obra

Eu já tinha ouvido falar dos livros do Robert, porque não tem ninguém que goste de livros de suspense e investigação que não conheça a detetive Erika Foster.

A nossa parceira Editora Gutenberg enviou o lançamento pra gente, e pra variar eu comecei a ler uma série depois de vários livros. haha Mas nada que desabone, visto que os casos são únicos, ligando apenas a personagem em comum e a evolução da vida dela.

 

O enredo

Erika perdeu o marido há alguns anos e no desenrolar do livro a gente entende como isso afeta o dia a dia dela. É muito triste de ver como ela interage com a foto dele, como parece haver uma dança entre eles, com diálogos imaginários e tudo.

 

A personagem

Gente, eu amei a Erika. Uma mulher cheia de atitude, super mandona e livre, mesmo com as dores da sua vida, a mulher é um furacão. E eu adoro ver uma mulher no poder assim.

 

O suspense

No livro, a dançarina Marissa é morta na porta de casa. Logo nas primeira páginas a gente entende como ela é mal vista e a morte dela é tão real que eu consegui visualizar todos os detalhes. Esse é um ponto ótimo da escrita dele, o livro é bem descritivo e simples, fazendo a leitura ser fluida e imaginativa. Consegui visualizar até o sangue congelado (haha).

 

Como uma boa investigação, claro que tinha que ter um monte de gente envolvida e muito suspeito. Cada fato se interligando e desenhando tudo que aconteceu faz com que a gente siga comendo página após página. Eu fiquei super ansiosa para saber se acertei minhas deduções (e não!).

 

A expectativa

Falando em deduções, eu adorei a leitura do livro. Eu estou numa vibe de livros investigativos, então creio que foi uma luva. Estava com uma expectativa muito alta depois de tanta gente falar e agora já encomendei os outros cinco livros para completar a coleção e conhecer tim tim por tim tim da Foster.

Se você ainda não conhece o livro, infelizmente eu não consigo te contar muito detalhe sem te encher de spoiler. Eu adorei os personagens secundários, cada um bem construído, cada um com sua importância. E mesmo sendo o sexto livro da série, dá pra sacar as características e alguns personagens recorrentes.

No final, só tenho elogios. Com um linguagem simples, descritiva e muito visual, o livro entrega o que promete e a editora arrasou fechando meu ano de leituras.

 

E você, já leu? Me conta ai.

Até breve e boas festas. Coma pipoca e fique em casa.

 

Share:

author

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *